Buffet Caramelada Rio Claro e Buffet Meyer Rio Claro Chácara Reama Rio Claro Claudizinho di Paula Iguatu Clínica Reviva Rio Claro Croptus Desenvolvimento Web Rio Claro Rosin Acabamentos Personalizados Rio Claro Serralheria Ideal Rio Claro Showsat Sky Rio Claro e Piracicaba Sisweb SMS WS Tech Soluções Iguatu

Clínica Reviva

Fechar
Compartilhe nosso site com seus amigos:   Facebook Twitter

Musculação e Osteoporose

Por: Cirval Correia de Almeida Junior

A osteoporose é a diminuição da massa óssea. Segundo Mcardle, KAtch e Katch (2003) , a osteoporose acomete 50% das mulheres, já no homem é de 1em 8 com mais de 50 anos de idade sofre com a doença.

O osso é um tecido vivo que se renova com mais intensidade nas primeiras décadas da vida, sendo que, a partir dos 30 anos, o quadro se inverte e a absorção de osso passa a ser maior que a formação. As mulheres chegam a perder 50% de toda a sua massa óssea, enquanto os homens perdem cerca de 25%. A falta de atividade física ou a pouca ingestão de cálcio na infância e na adolescência aumentam a fragilidade do osso e o risco de desenvolver a doença.

A atividade física é importante para prevenção e tratamento da osteoporose. Ela além de promover bem estar, melhora a qualidade de vida, aumenta a massa muscular e consequentemente a massa óssea. Durante a atividade física, com a contração da musculatura, ocorre deformação e o osso interpreta esta deformação como um estímulo à formação. Quando a inatividade o osso é reabsorvido em maior velocidade do que é formado, ocorrendo a osteoporose.

As atividades que proporcionam um impacto relativamente alto sobre a massa esquelética induzem os maiores aumentos na massa óssea (Mcardle, Katch & Katch, 2003).

Com isso, a prática da musculação interfere com maior intensidade, pois sabe-se que os exercícios contra resistência atuam positivamente na melhoria da capacidade contrátil dos músculos esqueléticos, assim como também geram efeitos positivos na elasticidade muscular em decorrência da proliferação de tecido conjuntivo ocasionada pela hipertrofia (SANTARÉM, 2000).

Desta forma a musculação pode ser considerada o mais eficiente estímulo na prevenção e no tratamento da osteoporose, melhorando significativamente a qualidade de vida das pessoas que convivem com este tipo de problema.

Além de praticar exercício físico regularmente é importante que façam uma alimentação rica em cálcio e que tenham exposição ao sol em horários adequados, mantendo-se ativas, com saúde e com autonomia nas atividades da vida diária por uma idade mais avançada.

Cirval Correia de Almeida Junior – Professor de educação física e Personal Training – REVIVA.



Leia também: